Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Preocupados com o futuro: Alunos participam com frequência das sessões da Câmara

Publicado em 31/08/2018 às 10:08 - Atualizado em 31/08/2018 às 10:10

Ofício feito pelos alunos e entregue aos vereadores Baixar Imagem

Conhecer todo o processo administrativo de um município é fundamental para que as pessoas tenham consciência em futuras escolhas, tanto quando se diz respeito a política, como para aprimorar os conhecimentos dos munícipes. Preocupada com isso, a Câmara convida, constantemente, alunos de todas as faixas etárias para participarem das sessões e acompanharem de perto o trabalho dos vereadores.

- Nós queremos estar cada vez mais próximos das crianças de Nova Itaberaba. É muito importante que eles conheçam o nosso trabalho desde cedo, por isso, frequentemente recebemos os alunos das escolas na nossa casa – explicou o presidente Paulinho Ilha da Silva. Na última visita que os vereadores receberam, dos alunos do 1º ano do Núcleo de Ensino Municipal, as crianças aproveitaram para além de acompanhar o trabalho dos vereadores e funcionários, entregar um pedido aos vereadores.

O ofício, feito e assinado por todos os alunos, solicita aos vereadores que seja cobrado um aumento do efetivo policial, aumentando assim a segurança pública em Nova Itaberaba. Além disso, solicita também para que sejam buscadas formas de construir um ginásio de esportes e um parque com mais brinquedos para o Núcleo de Ensino Fundamental. Os vereadores se comprometeram em buscar maneiras de atender à solicitação.

A professora Joceli Daga, que acompanhou as crianças, destacou a importância da visita. “Nessa experiência a gente pôde explicar na prática o que vinha sendo trabalhado na sala de aula. A partir do momento em que eles vivem isso, eles jamais esquecerão”, exaltou. Joceli falou também sobre a solicitação feita pelos alunos. Segundo ela, o documento foi ideia dos próprios alunos. “Nós trouxemos esse documento, que eu ajudei a fazer, mas quem teve a ideia foram as próprias crianças. Com isso, eles conseguem ter uma experiência ainda maior de como é o trabalho dos poderes legislativo e executivo. É preciso despertar esse interesse neles desde pequenos”, completou.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar